24.10.2018

Virada Sustentável prorroga inscrições até dia 31

Artistas, ONGs, coletivos de cultura, oficineiros, produtores, escolas e universidades, instituições públicas e privadas, lideranças sociais, equipamentos culturais e do conhecimento têm até o próximo dia 31 para se inscrever com projetos, apoio ou parcerias na Virada Sustentável Salvador 2018. Basta acessar www.viradasustentavel.org.br – as inscrições são gratuitas.

Maior festival de mobilização e educação para a sustentabilidade da América Latina, a Virada Sustentável Salvador 2018 irá ocupar os diversos espaços da capital baiana de 29 de novembro a 02 de dezembro com uma programação diversificada e inteiramente gratuita, construída coletivamente a partir dos projetos inscritos. Mais de 100 iniciativas baianas já estão sendo mapeadas, abrangendo ações de arte-educação, de conscientização e educação ambiental, mobilidade e acessibilidade, promoção do esporte e do acesso à cultura, formação de crianças e jovens, entre outras.

Promovido pelo Instituto Virada Sustentável, com patrocínio da Braskem, via Lei de Incentivo à Cultura - Lei Rouanet, e com realização do Movimento Salvador Meu Amor, a Virada Sustentável é um festival coletivo, fundamentado nos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU. Destes, seis principais irão nortear a programação na capital baiana: Educação de Qualidade, Igualdade de Gênero, Redução das Desigualdades, Cidades e comunidades sustentáveis, Vida na água e Vida sobre a Terra. Os projetos e ações selecionados deverão atender a, pelo menos, um dos ODS, além de terem relação com a comunidade no qual está inserido, com a cidade e com o conceito de sustentabilidade.

“A Virada se propõe a pensar, coletivamente, estratégias para o desenvolvimento econômico, político, cultural, social e ecológico de maneira sustentável, tratando de temas polêmicos, mas sempre com uma abordagem positiva e inspiradora, que apontem caminhos e soluções possíveis para construir a sociedade que queremos”, destacou a coordenadora nacional da Virada Sustentável, Vivian Schaeffer.

Conectar e ocupar
A proposta da Virada Sustentável Salvador 2018 é conectar e ocupar a cidade, viabilizando a realização das atividades com a cessão de espaços e infraestrutura e, eventualmente, um aporte financeiro. Entre os locais já confirmados, estão o Parque da Cidade, Espaço Cultural da Barroquinha, Casa do Benin, Museu Eugênio Teixeira Leal, Largo do Cruzeiro do São Francisco, Palacete das Artes, Subúrbio 360º, Parque São Bartolomeu, Feira de São Joaquim, Comunidade do Solar do Unhão, Casa Brahma Kumaris, Cinema do Museu, Velho Espanha Bar e Cultura e EcoSquare, que irão servir de palco para palestras e debates, apresentações culturais, intervenções e performances artísticas, recitais, shows, rodas de capoeira, projeção de filmes, contação de histórias, exposições, grafite, oficinas, vivências, yoga e meditação, feiras de trocas e de impressos, atividades culinárias e ações ambientais.

A Virada Sustentável Salvador 2018 tem o apoio do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Ministério do Meio Ambiente e Prefeitura Municipal de Salvador; com o copatrocínio de Liberty Seguros e o apoio da Booking.

O Festival foi criado em 2011, em São Paulo. De lá pra cá, percorreu as cidades do Rio de Janeiro, Manaus e Porto Alegre, entre outras, além de Salvador, em 2016.